Quem somos


Principais executivos

Flávia Velloso

Sócia-fundadora da Benchmark Investimentos. Formada em Engenharia Química, entrou para a área de investimentos financeiros em 1995, no Opportunity Asset Management tendo atuado nos segmentos de análise de investimento, gestão de recursos e private equity. Fez parte ainda da equipe do Private Bank do Unibanco onde atuou como consultora financeira em investimentos. Co-autora de coluna sobre economia e meio-ambiente no site O Eco. Certificada pelo Programa de Certificação Qualificada da ANBID. Credencida junto a CVM como Prestadora de Serviços de Administração de Carteiras e Consultora de Valores Mobiliários. Responsável pela Benchmark Consultoria Financeira Ltda.

João Teixeira da Costa

Sócio-fundador da Benchmark Investimentos. Bacharel em Administração de Empresas pela FGV-SP e Mestre em Relações Internacionais pela Universidade de Yale (EUA) tendo mais de 15 anos de experiência na área de investimentos em instituições como Banco Sudameris (SP), Morgan Stanley (NY), Opportunity Asset Management (RJ) e Merrill Lynch (SP).Co-autor de coluna sobre economia e meio-ambiente no site O Eco. Responsável pela Benchmark Agentes Autônomos de Investimentos Ltda. Credenciado junto a CVM como Agente Autônomo de Investimentos.

 

 
Copyright BenchmarK Investimentos - todos os direitos reservados.
BenchmarK Investimentos – Al. Casa Branca 806, 2o andar, São Paulo – SP, 01408 000
As informações contidas neste website são de caráter exclusivamente informativo, podendo sofrer alteração a qualquer momento, sem aviso prévio e não se constituindo em oferta de venda de cotas de fundos. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, do distribuidor, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do Fundo Garantidor de Créditos - FGC. Para avaliação e performance do fundo de investimento, é recomendável uma análise de período de, no mínimo, 12 (doze) meses. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. Ao investidor é recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento do fundo de investimento ao aplicar seus recursos. Os fundos de investimento aqui apresentados utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em significativas perdas patrimoniais para seus quotistas, podendo inclusive acarretar perdas superiores ao capital aplicado e a conseqüente obrigação do quotista de aportar recursos adicionais.