Quem somos


BenchmarK: expertise a serviço do cliente

A Benchmark Investimentos foi criada em junho de 2003 com o objetivo de unir a expertise de seus sócios, associados e parceiros, desenvolvida ao longo dos anos em instituições financeiras de grande porte, a uma estrutura enxuta e flexível que tenha como principal foco atender as necessidades de seus clientes. A atuação da Benchmark é pautada pela completa dedicação à solução dos problemas dos clientes, pela experiência de sua equipe e integridade e discrição no desempenho de suas atividades.

A estrutura da Benchmark Investimentos é composta pela Benchmark Consultoria Financeira Ltda, empresa credenciada junto à Comissão de Valores Mobiliários – CVM como Consultora de Valores Mobiliários, responsável pela consultoria a clientes e pela Benchmark Agentes Autônomos de Investimentos Ltda, empresa credenciada junto à CVM como Agente Autônomo de Investimento e responsável pela distribuição de fundos de investimentos.

 

 
Copyright BenchmarK Investimentos - todos os direitos reservados.
BenchmarK Investimentos – Al. Casa Branca 806, 2o andar, São Paulo – SP, 01408 000
As informações contidas neste website são de caráter exclusivamente informativo, podendo sofrer alteração a qualquer momento, sem aviso prévio e não se constituindo em oferta de venda de cotas de fundos. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, do distribuidor, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do Fundo Garantidor de Créditos - FGC. Para avaliação e performance do fundo de investimento, é recomendável uma análise de período de, no mínimo, 12 (doze) meses. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. Ao investidor é recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento do fundo de investimento ao aplicar seus recursos. Os fundos de investimento aqui apresentados utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em significativas perdas patrimoniais para seus quotistas, podendo inclusive acarretar perdas superiores ao capital aplicado e a conseqüente obrigação do quotista de aportar recursos adicionais.